Ela arrumou seu cabelo, ela arrumou sua roupa

Ela arrumou seu cabelo. Quem dera fosse pra arrumar. O cacoete foi feito pra observar a quem estava no seu lado esquerdo. Muito claro que, o que ele ostentava a provocou tal curiosidade. O perfume amadeirado lhe foi um convite para uma olhadela a quem exalava. E como um disfarce barato, num súbito dissimulado, seus olhos o mediram de cabo a rabo. Mas, pra reforçar o gesto, e em seguida olhar a outro canto, ela arrumou sua roupa.

17 de janeiro de 2020
logo

  

2 comentários em “Ela arrumou seu cabelo, ela arrumou sua roupa

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

Dr.Poesia

por Daniel Rosa Possari

No Time For Pants

Life Tips & Hacks for Success

sех dаting with thе mоst раssiоnаtе girls hеrе.

www.Josh.loveor.ru/ -- sех dаting with thе mоst раssiоnаtе girls hеrе.

Balladeer's Blog

Singing the praises of things that slip through the cultural cracks

Yla

Meu Blog ♡

bangdavit

Just another WordPress.com site

sumidao.com

todos os dias à zero hora um inédito conto poético por Igor Florim

%d blogueiros gostam disto: